Rio de Janeiro, 24 de abril de 2017   

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 

 

O frete é grátis
para todo o país

Nas compras acima de R$ 60,00, as remessas, através de registro módico, são gratuitas, havendo dedução automática, na fase final do pedido, da tarifa adicional dos Correios.

 

Ganhe descontos
de 10% a 20%

Você pode obter descontos de 10% a 20% na compra pela Internet de todos os nossos títulos, inclusive os lançamentos.
Os descontos são progressivos e calculados automaticamente no processamento do pedido, de acordo com o valor total da compra: 10% para compras acima de R$100,00; e 20% para compras acima de R$ 200,00.

 

facebook


A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P
Q | R | S | T | U | V | X | Z

A
 
A. B. Mendes Cadaxa

FORMA, ESPAÇO, TEMPO
A. B. Mendes Cadaxa
Poesia Brasileira
260 páginas - R$ 56,00
ISBN: 85-85277-25-4


saiba mais

PERFIL

Diplomata de carreira, Armindo Branco Mendes Cadaxa (São Paulo, 1917) fez seus estudos iniciais em São Paulo, Coimbra e Lisboa, diplomando-se em Direito em Niterói. Serviu em consulados e embaixadas do Brasil na Argentina, Estados Unidos, Haiti, Itália, Jamaica, Polônia, Alemanha, Suíça, Trinidad, União Soviética e Uruguai.

Em língua inglesa publicou: Earthquake at Delphi (Londres, Outposts, 1966); The Rebouding Stone (Londres, Outposts, 1967); Exultet-Exaltet, com a poetisa inglesa Marguerite Edmonds (Port-au-Prince, Théodore, 1969); The Shadows Within (Londres, Mitre Press, 1972) e Burnt Siena (Londres. Outposts, 1979).

Em língua portuguesa, além dos títulos já citados, publicou ainda: Teu Corpo é Ouro Só (Rio. Nova Fronteira/INL, 1985) e o Auto da Ribeirinha (Lisboa, Imprensa Nacional, 1996).

Affonso Ávila 

CATAS DE ALUVIÃO
Do Pensar e do Ser em Minas
Affonso Ávila
Literatura Brasileira - História e Crítica
312 páginas - R$ 60,00
ISBN: 85-85277-29-7


saiba mais

PERFIL

Poeta e ensaísta mineiro, começou profissionalmente no jornalismo e na crítica literária, tornando-se mais tarde um dos mais importantes pesquisadores e divulgadores do barroco no Brasil. Estreou na poesia em 1953, com O Açude e Sonetos da Descoberta, a que se seguiram Carta do Solo (1961) e Frases-Feitas (1963), livros de iniciação reunidos, em 1969 , em Código de Minas & Poesia Anterior. Publicou depois: Código Nacional de Trânsito (1972), Discurso da Difamação do Poeta (1976), Masturbações (1980), Barrrocolagens (1981), Delírio dos Cinquent’anos (1984) e O Visto e o Imaginado (1990). No ensaísmo, é autor, entre outras obras, de O Lúdico e as Projeções do Mundo Barroco, de 1971.

Para ver imagem do autor, clique aqui.

André Bueno

FORMAS DA CRISE
Estudos de literatura, cultura e sociedade
André Bueno
Literatura - Teoria e Crítica
348 páginas - R$ 62,00
ISBN: 85-85277-44-0


saiba mais

PERFIL

André Bueno - paulista radicado no Rio de Janeiro, onde leciona na Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro - recorre à linhagem teórica que vem de Karl Marx, Sigmund Freud, Antonio Gramsi e Georg Lukács, passa por Walter Benjamin e Theodor Adorno e chega, mais recentemente, a Fredric Jameson e Guy Debord, além de, entre os ensaístas brasileiros, Antonio Candido, Alfredo Bosi, Darcy Ribeiro, Gilberto Freyre, Mário de Andrade, Sérgio Buarque de Hollanda e Roberto Schwarz. São seus interlocutores para o estudo de uma fase histórica em que as ilusões de progresso e felicidade prometidas pelo consumismo se acentuam tanto quanto são aperfeiçoados os mecanismos de exclusão social - que limitam, inclusive, o acesso à leitura.

A partir do diálogo com esta tradição de pensamento crítico se descortinam as análises das estratégias de resistência à naturalização da violência cotidiana e as denúncias de um persistente mal-estar diante da civilização de nossos dias elaboradas pelas narrativas de José Saramago, Italo Calvino, Julio Cortázar, Franz Kafka e Paul Auster.

É assim, também, quando o autor faz um inventário das revoltas românticas contra a ordem burguesa, na Europa e no Brasil, lendo os casos exemplares de, entre outros, Arthur Rimbaud, Lima Barreto, Oswald de Andrade e Torquato Neto.

Ou, ainda, nos textos que redimensionam o rótulo "realismo" - mágico, fantástico, maravilhoso - com que se tem designado a produção literária na América Latina.

Aníbal M. Machado 

A ARTE DE VIVER E OUTRAS ARTES
Cadernos de João, ensaios, crítica dispersa, auto-retrato
Aníbal M. Machado
Apresentação: Leandro Konder
Ensaios - Interpretação
332 páginas - R$ 60,00
ISBN: 85-85277-09-2


saiba mais

PERFIL

Conhecido, hoje, sobretudo pela obra de ficção ( o romance João Ternura e obras-primas do conto como “A morte da porta-estandarte”, “O iniciado do vento” e “Tati, a garota”, todas adaptadas para o cinema), mas excepcionalmente importante também na contribuição crítica e nos apontamentos existenciais, reunidos por esta editora no livro A Arte de Viver e Outras Artes, de 1994,o legado intelectual de Aníbal M. Machado (1894/1964), mineiro de Sabará, só se completa na face biográfica – no não escrito e apenas vivido, ou antes, convivido - conforme recordam gerações sucessivas de artistas e intelectuais brasileiros que frequentaram a sua casa, na rua Visconde de Pirajá, 487, no bairro de Ipanema, no Rio, entre as décadas de 1930 e 1960, em encontros dominicais que se tornram célebres na vida carioca. Rigoroso com a própria obra, apenas na faixa dos 50 anos, em 1944, com Vila Feliz, divulga em livro a primeira coletânea de contos, reaproveitada, depois, em Histórias Reunidas (Rio de Janeiro, José Olympio, 1959). E João Ternura, romance em que trabalhava desde os anos 20, só aparece postumamente, em 1965.

Para ver imagem do autor, clique aqui.

Antônio Branco

OLHOS, CAPUZES, CORAÇÕES
Antônio Branco
Ficção – Seqüestro
96 páginas - R$ 45,00
ISBN: 85-85277-28-9

saiba mais

PERFIL

Antônio Branco é jornalista e Olhos, Capuzes, Corações - livro baseado na história real de um seqüestro, ocorrido no Rio de Janeiro, entre março e junho de 1993 - resulta de informações contidas em vinte horas de depoimento gravado do protagonista e tem, entre seus principais propósitos, o de registrar, sob o ponto de vista de um dos participantes, a convivência, entre quatro paredes, de criaturas que a vida social brasileira mantém a quilômetros de distância.

Arthur Ramos 

O NEGRO BRASILEIRO
Arthur Ramos
Brasil - Antropologia
376 páginas - R$ 71,00
ISBN: 85-85277-33-5

saiba mais

PERFIL

Alagoano da cidade do Pilar, de 1903, Arthur Ramos dedicou-se à pesquisa antropológica a partir da formação médica, com especialização em Psiquiatria, o que se reflete em sua obra, dividida entre os estudos afro-brasileiros e os assuntos psicológicos: Estudos de Psicanálise (1928), Freud, Adler e Jung (1933), Psiquiatria e Psicanálise (1933), Educação e Psicanálise (1934), Introdução à Psicologia Social (1936).

A morte prematura, em 1949, aos 46 anos de idade, interrompeu, em plena maturidade, a trajetória intelectual do autor, sacrificando não apenas a continuidade da obra — já então considerável — mas a sua divulgação.

Para ver imagem do autor, clique aqui.

B
 
Bernardo de Mendonça

FREI GASPAR DE CARVAJAL VOLTA AOS RIOS
Bernardo de Mendonça
Literatura brasileira
56 páginas - R$32,00
ISBN: 978-85-85277-59-8



saiba mais
 
 
COMPARSAS DO RISO
Bernardo de Mendonça
Ilustrações de Andréa Resende
Literatura infanto-juvenil
32 páginas – R$ 34,00
ISBN:
978-85277-55-0



saiba mais
 
 
OS FANTASMAS TROPICAIS
Bernardo de Mendonça
Posfácio: José Paulo Paes
Literatura brasileira
144 páginas – R$ 50,00
ISBN:
85-85277-53-X


saiba mais
 
 
JOGO DE ADIVINHAR BICHO INVISÍVEL
Bernardo de Mendonça
Ilustrações de Pinky Wainer
Literatura Infantil
40 páginas - R$ 35,00
ISBN 85-85277-48-3
saiba mais
 
 
ROMANCE DA ONÇA DRAGONA
Bernardo de Mendonça
Ilustrações de Pinky Wainer
Literatura Infanto-Juvenil
40 páginas – R$ 34,00
ISBN
85-85277-46-7

saiba mais
 
 
O LIVRO DIVERSO
A Peleja dos Falsários
Bernardo de Mendonça
Poesia Brasileira
80 páginas - R$ 35,00
ISBN: 85-85277-12-1


saiba mais
 
 
NAS NUVENS
Bernardo de Mendonça
Ilustrações de Aliedo
Literatura brasileira
32 páginas - R$ 32,00
ISBN: 978-85-85277-70-3


saiba mais

PERFIL

Bernardo de Mendonça nasceu na praia da Avenida, em Maceió, em 1950. Passou a infância entre Alagoas, Minas e o Rio de Janeiro, deslocando-se freqüentemente pelos dois mil quilômetros da velha estrada Rio-Bahia, um dos cenários de O Livro Diverso.

Trabalhou em redações do Rio e São Paulo, de 1969 a 1985: Última Hora, Veja, O Jornal, Opinião, Jornal da República, Rede Globo de Televisão. E também, por oito anos, no serviço público federal, desligando-se em 1988.

Publicou, em 1989, Legendas para Cem Fotos ImagináriasNarração de um Gol, livro de dupla titulação, com o uso de capa e contracapa, que reúne textos escritos entre 1973 e 1988. Organizou para esta editora, na Série Revisões, os volumes dedicados à obra dispersa de Manuel Antônio de Almeida, à poesia de José Albano, aos textos confessionais de Lima Barreto e à crônica de José Carlos Oliveira. Vive no Rio de Janeiro.

Para ver imagem do autor, clique aqui.

C
 
Carmen Lúcia Tindó Secco

ALÉM DA IDADE DA RAZÃO
Longevidade e saber na ficção brasileira
Carmen Lúcia Tindó Secco
Posfácio: Nélida Piñon
Literatura Brasileira - Crítica
256 páginas - R$ 46,00
ISBN: 85-85277-10-6


Produto momentaneamente indisponível

saiba mais

PERFIL

Professora na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Carmen Lúcia Tindó Secco vem-se dedicando, nos últimos anos, a assuntos africanistas. Além da Idade da Razão origina-se de sua tese de doutorado em literatura brasileira, defendida em 1992 na UFRJ.

É o segundo livro da autora, seguindo-se a Morte e Prazer em João do Rio, de 1978.

 D
 
Dyonelio Machado 

O CHEIRO DE COISA VIVA
Entrevistas, reflexões dispersas e um romance inédito: O Estadista
Dyonelio Machado
Introdução, seleção e notas: Maria Zenilda Grawunder
Ficção Brasileira - Biografia
300 páginas - R$ 60,00
ISBN: 85-85277-13-0


saiba mais

PERFIL

Só aos oitenta anos , mais de meio século depois da publicação, em 1927, de seu primeiro livro de ficção, Um Pobre Homem,de 1927, Dyonelio Machado (1895-1985) conseguiu testemunhar um amplo interesse crítico e editorial por sua obra e a inclusão enfim de seu nome entre os grandes romancistas brasileiros do século XX. Não foi o bastante entretanto para popularizá-la. Seis décadas e uma dezena de romances depois da estréia (O Louco do Cati, 1942; Desolação, 1944; Passos Perdidos, 1946; Deuses Econômicos, 1966; Prodígios e Endiabrados,1980; Nuanças e O Sol Subterrâneo, 1981; Fada e Ele Vem do Fundão, 1982), o escritor gaúcho permanece conhecido sobretudo pela autoria de Os Ratos, de1935, saiu livro mais reeditado e acessível ao público. A história desta resistência intelectual é contada em O Cheiro de Coisa Viva, que reúne entrevistas, reflexões dispersas e um romance inédito: O Estadista.

Para ver imagem do autor, clique aqui.

E
 
Emmanoel dos Santos

CERTO OU ERRADO?
Atitudes e crenças no ensino da língua portuguesa
Emmanoel dos Santos
Língua Portuguesa – Estudo e Ensino
128 páginas - R$ 46,00
ISBN: 85-85277-16-5


saiba mais

PERFIL

Professor de Lingüística na Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro, é autor também de O Realismo do Cinema Italiano de Após-guerrra (Porto Alegre, Edições Expressão,1952) em colaboração com Walter Galvani da Silveira, e de Mobilidade Social e Atitudes Lingüísticas (Rio de Janeiro, UFRJ/CNPQ, 1976).

G
 
Guy Pinheiro de Vasconcellos 

TRIÂNGULO ESPACIAL
Guy Pinheiro de Vasconcellos
Ficção Científica
316 páginas – R$ 60,00
ISBN: 85-85277-22-X

saiba mais

PERFIL

Triângulo Espacial é a segunda obra de Guy Pinheiro de Vasconcellos.

Carioca de 1933, filho de pai e mãe diplomatas, morou em Londres durante a Segunda Guerra Mundial, sendo marcante em sua memória o testemunho de inúmeros bombardeios efetuados pelos aviões da Alemanha nazista. Advogado, ingressou na carreira diplomática em 1959, alcançando o posto de Embaixador.

No exterior, serviu sobretudo na América Latina, Europa, África e Oriente Médio.

"Ele é apenas um homem da terra, ligado às coisas da terra, aos problemas estritamente humanos do amor, da ambição e do medo" - escreveu Rubem Braga, a propósito de Passagens pelo Absurdo, coletânea de contos publicada em 1989, que marcou a estréia do autor. "Isso define de certo modo o espírito deste interessantíssimo livro".

G. K. Chesterton 

O TEMPERO DA VIDA E OUTROS ENSAIOS
G. K. Chesterton
Tradução: Luciana Viégas
Literatura inglesa - cultura contemporânea
192 páginas - R$55,00
ISBN: 978-85-85277-57-4


saiba mais

PERFIL

G. K. Chesterton nasceu em 1874, em Londres, cidade em que permaneceu até 1909. Contemporâneo de H. G. Wells, G. B. Shaw, T. S. Eliot, todos freqüentemente citados em seus artigos, manteve relações de amizade com Maurice Baring e Hilaire Belloc, a ponto de Shaw criar o personagem Chesterbelloc. Jornalista, romancista, ensaísta, biógrafo, crítico, foi, como se auto-intitulou o escritor, um "excêntrico colhido na excentricidade e a enfrentando sem pudor". Polemista, o autor das famosas narrativas do Padre Brown participou intensamente dos debates de seu tempo, seja dialogando com a ciência moderna, com a tradição do drama shakespeariano ou dos romances clássicos ingleses ou, em especial, com a herança da Cristandade, o que o tornou um dos grandes pensadores do catolicismo. A partir de 1909 transfere-se para Beaconsfield, onde viveu até 1936.

J
 
Jeremy Campbell

A SAGA DO MENTIROSO
- Uma História da Falsidade
Tradução: Virgínia Marins Cortez
Veracidade e falsidade - História
324 páginas - R$ 58,00

ISBN: 978-85-85277-56-7


saiba mais

PERFIL

Correspondente em Washington do jornal londrino The Evening Standard até pouco tempo atrás, Jeremy Campbell tira proveito da experiência no jornalismo em seus livros de textos ágeis e leitura fluente, e articula com perícia, capítulo a capítulo, os argumentos demonstrativos de sua tese principal, dentro da melhor tradição do publicismo anglo-americano. Além de A Saga do Mentiroso: Uma História da Falsidade, seu primeiro livro traduzido no Brasil, é autor também, entre outras obras de Grammatical Man: Information, Entropy, Language and Life;The Improbable Machine; e The Many Faces of God.

Para ver imagem do autor, clique aqui.

José Albano

RIMAS
José Albano
Prefácio: Manuel Bandeira
Poesia Brasileira
268 páginas - R$ 56,00
ISBN: 85-85277-05-X

saiba mais

PERFIL

De família abastada do Ceará, que o fez estudar em colégios internos da Inglaterra, Áustria e França, o poeta José Albano (1882-1923) terminou a vida também na Europa, sozinho e errante, sem emprego e sem residência fixa. Construiu, nos 41 anos de existência, uma obra perturbadora pela radicalidade do passadismo. Iniciada em l912 – o mesmo ano do Eu, de Augusto dos Anjos – com a impressão em Barcelona dos três pequenos livretos contendo suas Rimas, completa-se, em 1918, com outros três livros: 4 Sonnets by Joseph Albano with portuguese prose translation, Comédia Angélica e Antologia Poética, constituindo um conjunto poético tão singular quanto a vida do poeta, pela interlocução ora bíblica ora camoniana.

Para ver imagem do autor, clique aqui.

José Carlos Oliveira 

DIÄRIO DA PATETOCRACIA
Crônicas brasileiras: 1968
José Carlos Oliveira
Depoimento: Wladimir Palmeira
Crônica Brasileira
300 páginas - R$ 58,00
ISBN: 85-85277-15-7


saiba mais

PERFIL

Capixaba de Vitória, José Carlos Oliveira (1934-1986), ou Carlinhos Oliveira , como gostava de se chamar, é um dos principais cronistas brasileiros da segunda metade do século XX, ofício que exerceu principalmente através das colunas do Jornal do Brasil, onde colaborou, quase diariamente, por vinte e três anos, entre 1961 e 1984. Publicou quatro romances (O Pavão Desiludido, de 1972, Terror e Êxtase, de 1978, Um Novo Animal na Floresta, de 1981, e Domingo,22, de 1984) e quatro coletâneas de crônicas (Os Olhos Dourados do Ódio, de 1962, A Revolução das Bonecas, de 1967 , O Saltimbanco Azul, de 1979, e Bravos Companheiros e Fantasmas, de l986)

Diário da Patetocracia, coletânea póstuma, de l995, organizada por Bernardo de Mendonça , reúne as crônicas publicadas pelo autor no Jornal do Brasil ao longo de 1968, um ano excepcional tanto na vida brasileira quanto no resto do mundo que José Carlos Oliveira acompanha e reconstitui não só com o talento de cronista, mas com independência e destemor.

Para ver imagem do autor, clique aqui.

L
 
Lima Barreto

UM LONGO SONHO DO FUTURO
Diários, cartas, entrevistas e confissões dispersas
Lima Barreto
Literatura brasileira - Biografia
426 páginas - R$ 72,00
ISBN: 85-85277-25-4


saiba mais

PERFIL

Em 41 anos de vida, Afonso Henriques de Lima Barrreto (1881-1922) não apenas construiu uma das mais importantes obras de ficção da literatura brasileira (Recordações do Escrivão Isaías Caminha, Triste Fim de Policarpo Quaresma, Numa e a Ninfa, Vida e Morte de M. J. Gonzaga de Sá, Histórias e Sonhos, entre outros) mas deixou uma história pessoal de resistência e inconformismo diante de uma sociedade recém-saída de quatro séculos de exploração da mão-de-obra escrava . É o que mostra Um Longo Sonho do Futuro, livro organizado por Bernardo de Mendonça para a série Revisões desta editora , que reúne os textos autobiográficos do escritor carioca: diários – inclusive o Diário do Hospício, escrito na sua última temporada de internação no Pinel - , cartas, entrevistas e confissões dispersas.

Para ver imagem do autor, clique aqui.

Lorenzo Macagno

O DILEMA MULTICULTURAL
Lorenzo Macagno
Antropologia política – Etnologia
304 páginas – R$ 65,00
ISBN/ Graphia: 978-85-85277-72-7
ISBN/Editora da UFPR: 978-85-65888-86-8
Apresentação: Peter Fry
Prefácio: Michael Cahen



saiba mais

PERFIL

Lorenzo Macagno, que atualmente leciona no Departamento de Antropologia e do Programa de Pós-Graduação em Antropologia da Universidade Federal do Paraná, foi, também, pesquisador visitante no Centre d'Études d'Afrique Noire (atual Les Afriques dans le monde) – SciencePo/Bordeaux IV e no Centro de Estudos sobre África, Ásia e América Latina, da Universidade Técnica de Lisboa. Publicou, ainda, Outros muçulmanos. Islão e narrativas coloniais, Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais (2006) e Apocalispis al sur. Una protesta contra inmigrantes en el "desierto" argentino, Buenos Aires: Biblos (2002).

Lucia Miguel Pereira 

ESCRITOS DA MATURIDADE
Lucia Miguel Pereira
Literatura brasileira - História e Crítica
Segunda edição
360 páginas – R$ 62,00
ISBN: 85-85277-51-3

saiba mais
 
 
A LEITORA E SEUS PERSONAGENS
Lucia Miguel Pereira
Prefácio: Bernardo de Mendonça
Literatura brasileira - Crítica
Segunda edição
388 páginas – R$ 62,00
ISBN: 85-85277-52-8

saiba mais

O SÉCULO DE CAMUS
Artigos para jornal – 1947-1955
Lucia Miguel Pereira
Introdução, seleção e notas de Luciana Viégas
Literatura brasileira – crítica
328 páginas – R$ 62,00
ISBN: 978-85-85277-73-4
saiba mais

PERFIL

Depois de exercer a crítica literária jornalística no início de sua carreira de escritora, a influência ,notória e marcante, de Lucia Miguel Pereira (1901-1959) para a maioria do autores que fizeram a poesia, a ficção e o ensaismo brasileiro na primeira metade do século XX, expande-se na sua obra de pesquisadora em três livros de referência da cultura nacional: Machado de Assis; A Vida de Gonçalves Dias; e História da Literatura Brasileira: Prosa de Ficção. Na série Revisões desta editora, a trajetória crítica de Lucia é recordada em duas coletâneas organizadas por Luciana Viégas: A Leitora e Seus Personagens e Escritos da Maturidade.

Para ver imagem do autor, clique aqui.

Luciana Viegas

DIÁRIO DA PATETOCRACIA
Crônicas brasileiras: 1968
José Carlos Oliveira
Depoimento: Wladimir Palmeira
Crônica Brasileira
300 páginas - R$ 58,00
ISBN: 85-85277-15-7


saiba mais
 
 
RIMAS
José Albano
Prefácio: Manuel Bandeira
Poesia Brasileira
268 páginas - R$ 56,00
ISBN: 85-85277-05-X

saiba mais
 
 
ESCRITOS DA MATURIDADE
Lucia Miguel Pereira
Literatura Brasileira - História e Crítica
344 páginas – R$ 62,00
ISBN: 85-85277-11-4

saiba mais
 
 
A LEITORA E SEUS PERSONAGENS
Lucia Miguel Pereira
Prefácio: Bernardo de Mendonça
Literatura Brasileira - Crítica
364 páginas – R$ 62,00
ISBN: 85-85277-04-1

saiba mais
 
 
A OFICINA
Luciana Viégas
Literatura brasileira - ficção
156 páginas - R$44,00
ISBN: 978-85-85277-61-1


saiba mais

PERFIL

Professora carioca, suas pesquisas sobre a obra dispersa de Lucia Miguel Pereira resultaram em dois volumes da Série Revisões- A Leitora e Seus Personagens (de 1992) e Escritos da Maturidade (de 1994) – e receberam o aplauso unânime da crítica, a começar por Antônio Candido (Jornal do Brasil, 13/04/1993). Participou também dos levantamentos bibliográficos e dos trabalhos de fixação do texto de Rimas de José Albano e de Diário da Patetocracia, de José Carlos Oliveira

Leandro Konder 

A ARTE DE VIVER E OUTRAS ARTES
Cadernos de João, ensaios, crítica dispersa, auto-retrato
Aníbal M. Machado
Apresentação: Leandro Konder
Ensaios - Interpretação
332 páginas - R$ 60,00
ISBN: 85-85277-09-2


saiba mais

PERFIL

Professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio, ensaísta e pensador marxista, Leandro Konder era um dos frequentadores das célebres reuniões dominicais da intelectaulidade carioca na casa de Anibal Machado, na rua Visconde de Pirajá, em Ipanema. No prefácio da coletânea A Arte de Viver e Outras Artes, que reúne ensaios e textos críticos de Anibal aos apontamentos existenciais de Cadernos de João , Leandro Konder relembra a importância destes encontros.

M
 
Manuel Antônio de Almeida

OBRA DISPERSA
Manuel Antônio de Almeida
Literatura brasileira - Coletânea
276 páginas - R$ 56,00
ISBN: 85-85277-03-3

saiba mais

PERFIL

Manuel Antônio de Almeida (1831/1861) é autor de Memórias de um Sargento de Milícias, texto clássico da ficção brasileira, publicado em folhetim pelo Correio Mercantil do Rio de Janeiro, entre 1852 e 1853,e depois, em livro (1854-1855). Primeira obra a tratar da marginalidade carioca, as Memórias foram escritas por um jovem autor que pautou a sua breve existência por um inconformismo que também o fez marginalizado na sociedade imperial, como mostra a Obra Dispersa, organizada por Bernardo de Mendonça para esta editora em 199l, reunião de seus textos jornalísticos e de sua corrrespondência.

Para ver imagem do autor, clique aqui.

Manuel de Oliveira Paiva 

OBRA COMPLETA
Manuel de Oliveira Paiva
Prefácio: Rolando Morel Pinto
Ficção Brasileira
512 páginas - R$ 89,00
ISBN: 85-85277-08-4

saiba mais

PERFIL

Escrito pelo autor já no final de seus 31 anos de existência, Dona Guidinha do Poço, romance antecipador da ficção regionalista de 30, reinscreveu o cearense Manuel de Oliveira Paiva (1861-1892) na história da literatura brasileira meio século depois da morte do autor.Baseado em fatos reais – o assassinato do marido por uma latifundiária sertaneja, apaixonada por um sobrinho dele – o romance só foi publicado em livro em 1952 graças à escritora Lucia Miguel Pereira que o redescobriu em suas pesquisas sobre a prosa de ficção no Brasil. Na série Revisões desta editora, com introdução, seleção e notas de Rolando Morel Pinto, professor da Universidade de São Paulo, saiu finalmente a Obra Completa de Oliveira Paiva, constituída por mais um romance (A Afilhada), contos e poemas.

Para ver imagem do autor, clique aqui.

Maria Helena Sansão Fontes

SEM FANTASIA
Masculino-feminino em Chico Buarque
Maria Helena Sansão Fontes
Crítica e interpretação - Música Popular
200 páginas - R$ 55,00
ISBN: 85-85277-45-9


saiba mais

PERFIL

Maria Helena Sansão Fontes é professora na Universidade do Estado do Rio de Janeiro e no Colégio Pedro II. Sem Fantasia: Masculino-feminino em Chico Buarque é seu livro de estréia e se origina de tese de doutoramento defendida na Universidade Federal do Rio de Janeiro, prosseguindo as investigações iniciadas sobre o universo feminino na literatura brasileira iniciadas com a dissertação de mestrado "A mulher na obra de Guimarães Rosa", também apresentada na UFRJ.

Mary Shelley

MAURÍCIO OU A CABANA DO PESCADOR
Mary Shelley
Tradução: Luciana Viégas
Literatura inglesa - ficção
48 páginas - R$35,00
ISBN: 978-85-85277-71-0


saiba mais

PERFIL

Rebelde e inquieta, Mary Shelley (1797 – 1851) era filha de Mary Wollstonecraft, escritora pioneira das ideias feministas, e do jornalista William Godwin, criador da Juvenile Library, uma das primeiras coleções inglesas de livros para jovens e crianças. Embora defensor do anarquismo, Godwin opôs-se firmemente à decisão da filha de se unir ao poeta Percy Shelley que, na época, era casado. Diante desta situação, Mary, com sua meia-irmã Claire, e Percy partem para a Itália. Inicia-se, então, uma vida movimentada. O casal, em quase dez anos de convivência, morou em vários endereços da Europa e teve cinco filhos, dos quais apenas um chegou à idade adulta.
Numa destas temporadas distantes da Inglaterra natal, Mary responde à provocação de Lord Byron, poeta inglês com quem Claire teve uma filha. Foi uma estação muito chuvosa. Para se entreterem, liam muitas histórias de fantasmas, especialmente as traduzidas do alemão para o francês, até que Byron desafiou cada um dos presentes a criar sua narrativa a partir de algum evento sobrenatural. Surgiu, assim, em 1818, Frankenstein ou o Moderno Prometeu, hoje, famoso, inclusive, pelas adaptações para o cinema.
Em 1822, Percy Shelley morre afogado e Mary dedica-se a organizar e divulgar seu legado poético. Publicou, também, Valperga (1823), The Last Man (1826), Perkin Warbeck (1830), Lodore (1835) e Falkner (1837).

N
 
Nancy Snow 

PROPAGANDA, INC.
Vendendo ao mundo a cultura dos Estados Unidos
Nancy Snow
Tradução: José Laurênio de Melo
Comunicação de Massas - Política Externa
100 páginas - R$ 45,00
ISBN 85-85277-49-1


saiba mais

PERFIL

Nancy Snow é professora assistente no College of Communications da California State University e da Annemberg School for Communications da USC. Nos últimos anos se tornou uma das mais respeitadas analistas dos meios de comunicação dos Estados Unidos e uma estudiosa das causas profundas do anti-americanismo. Doutorou-se em relações internacionais na American University de Washington. De 1992 a 1994 trabalhou como especialista em assuntos culturais e coordenadora de programa da Fulbright na United States Information Agency. Atuou ainda no Bureau of Refugee Programs do Departamento de Estado. Propaganda, Inc.- Vendendo ao mundo a cultura dos Estados Unidos, que condensa tanto a experiência pessoal no governo quanto as pesquisas acadêmicas, é seu primeiro livro.

Neil Postman

O DESAPARECIMENTO DA INFÂNCIA
Neil Postman
Tradução: Suzana C. Menescal e José
Laurênio de Melo
Ensaio - Teoria da Comunicação
192 páginas - R$ 55,00

ISBN: 85-85277-30-0


saiba mais
 
 
O FIM DA EDUCAÇÃO
Neil Postman
Tradução: José Laurênio de Melo
Educação
200 páginas - R$ 55,00

ISBN: 85-85277-43-2


saiba mais

PERFIL

Um dos mais importantes teóricos da comunicação contemporâneos, Neil Postman (1931-2003) tem vinte livros publicados, nos Estados Unidos e em mais vinte e nove países. Boa parte deles fala sobre as conexões entre mídia e educação. Destacam-se: Conscientious Objections, Teaching as a Subversive Activity, Teaching as a Conserving Activity, Crazy Talk, Stupid Talk, Technopoly, Amusing Ourselves to Death e The End of Education.

Sua obra se caracteriza pela linguagem fluente e ágil, agudo senso de humor, temas provocadores e argumentos vigorosamente críticos a respeito de opções da cultura contemporânea. Em 1987, ele recebeu o Prêmio George Orwell para Clareza na Linguagem, concedido pelo Conselho Nacional de Professores de Inglês.

Para ver imagem do autor, clique aqui.

Nelson Werneck Sodré

 
 

PANORAMA DO SEGUNDO IMPÉRIO
Nelson Werneck Sodré
Brasil – História – Segundo Reinado
352 páginas - R$ 62,00
ISBN: 85-85277-21-1

 

saiba mais
 
 

LITERATURA E HISTÓRIA NO BRASIL CONTEMPORÂNEO
Nelson Werneck Sodré
Literatura Brasileira - História e Crítica
84 páginas - R$ 44,00
ISBN: 85-85277-26-2

 

saiba mais
 
 

FORMAÇÃO HISTÓRICA DO BRASIL
Nelson Werneck Sodré
Posfácio: Emir Sader
História do Brasil
456 páginas - R$ 89,00

ISBN: 85-85277-38-6

 

saiba mais
 
 

PERFIL

A obra de Nelson Werneck Sodré (1911/1999), um dos grandes historiadores brasileiros contemporâneos, se estende por mais de meia centena de títulos, publicados no Brasil e no exterior. Suas pesquisas do passado nacional e seu pensamento, de interlocução marxista, são indispensáveis para a compreensão do país, ao longo de sua evolução e nas opções recentes do século XX, tanto pela contribuição historiográfica quanto por sua atuação no Exército (de que foi membro atípico mas influente) e no magistério, exercido no Instituto Superior de Estudos Brasileiros (ISEB), centro de debates sobre o desenvolvimento nacional, de grande prestígio nos governos de JK e João Goulart, afinal fechado pela ditadura militar de l964, após a prisão do historiador e a cassação de seus direitos políticos.. A sua obra vem sendo publicada por esta editora, desde 1995, quando saiu A Farsa do Neoliberalismo, uma análise vigorosa da atualidade brasileira. Seguiram-se as reedições de Capitalismo e Revolução Burguesa no Brasil (2ª edição; 1997), Panorama do Segundo Império (2ª edição, 1998), Literatura e História no Brasil Contemporâneo (2a edição, ampliada, 2000), Formação Histórica do Brasil (14ª edição, 2001), História da Literatura Brasileira (10ª edição, 2001) e As Razões da Independência (5ª edição, 2001).

Para ver imagem do autor, clique aqui.

O
 
Olga Savary

POESIA DO GRÃO- PARÁ
Seleção e notas de Olga Savary
Poesia Brasileira
524 páginas - R$ 89,00
ISBN: 85-85277-37-8


saiba mais

PERFIL

Poeta, contista, tradutora, ensaísta, Olga Savary é paraense de Belém, e alterna a literatura e o jornalismo com uma vida fecunda de agitadora cultural.. A sua obra poética está coligida em Repértório Selvagem (Rio de Janeiro, Biblioteca Nacional/Multimais, 1998) que reúne os doze livros de poesia que antecederam Berço Esplêndido (Rio de Janeiro, Palavra & Imagem, 2001). Publicou dois livros de contos

- O Olhar Dourado do Abismo (Rio, Impressões do Brasil, 1997) e Contos de Paixão e Espanto (Rio, Bertrand Brasil,2001) – e tem um importante trabalho de tradutora, especialmente de autores latino-americanos, como Pablo Neruda , Octavio Paz, Mario Vargas Llosa e Julio Cortazar.

R
 
Regina R. Novaes

DE CORPO E ALMA
Catolicismo, classes sociais e
conflitos no campo

Regina Reyes Novaes
Trabalhadores rurais - Brasil
248 páginas - R$ 47,00
ISBN: 85-85277-20-3

Produto momentaneamente indisponível.

saiba mais

PERFIL

Regina Reyes Novaes, antropóloga e professora do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro, vem-se dedicando, desde o final da década de 70, a pesquisas sobre as relações entre religião, política e lutas sociais no Brasil. De Corpo e Alma – Catolicismo, classes sociais e conflitos no campo – que retoma e amplia a tese de doutoramento apresentada ao Departamento de Ciências Sociais da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo – é um dos resultados dessas investigações. Publicou anteriormente: Nordeste, Estado e Sindicalismo: a PAPP em Questão (Rio, Cedi, 1994); Os Escolhidos de Deus: Pentecostais, Trabalhadores e Cidadania (São Paulo, Marco Zero, 1985) e, em colaboração com Maria da Graça Floriano, O Negro Evangélico (Rio, ISER, 1985).

Rosilene Alvim 

A SEDUÇÃO DA CIDADE
Os operários camponeses e
a fábrica dos Lundgren

Rosilene Alvim
Migração rural-urbano - Brasil
216 páginas - R$ 53,00
ISBN: 85-85277-19-X


saiba mais

PERFIL

A Sedução da Cidade começou a nascer no "Projeto Emprego e Mudança Sócio-econômica no Nordeste", realizado, entre 1976 e 1978, pelo Departamento de Antropologia Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Em 1985, Rosilene Alvim reuniu os resultados das pesquisas sobre o tema em tese de doutoramento defendida no Museu Nacional. Professora do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da UFRJ, a autora publicou anteriormente: "Notas sobre a família num grupo de operários têxteis" (in: Mudança Social no Nordeste: A Reprodução da Subordinação. Rio, Paz e Terra, 1979) e "Trabalho infantil e reprodução social. O Trabalho numa fábrica com vila operária" (in: Condições de Vida das Camadas Populares. Rio, Zahar, 1984).

S
 
Sérgio Montero Souto

OS TRÊS TEMPOS DO JOGO
Anonimato, fama e ostracismo
no futebol brasileiro

Sérgio Montero Souto
Prefácio: Luiz Mendes
Ensaio – Teoria da Comunicação
112 páginas – R$ 45,00
ISBN: 85-85277-32-7


saiba mais

PERFIL

Sérgio Montero Souto é jornalista e vem-se especializando em assuntos econômicos, atualmente na função de secretário de redação do jornal Monitor Mercantil, do Rio de Janeiro. O primeiro livro que publica, Os Três Tempos do Jogo resultou de sua participação em 1998, no programa de pós-graduação em Comunicação e Espaço Urbano na Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

T
 
Teresa Margarida da Silva e Orta

OBRA REUNIDA
Teresa Margarida da Silva e Orta
Ficção Brasileira
260 páginas - R$ 56,00
ISBN: 85-85277-06-8

saiba mais

PERFIL

Nascida na cidade de São Paulo, provavelmente no final de 1711 ou no início de 1712, filha de um português abastado e de uma paulista, Teresa Margarida da Silva e Orta seguiu, ainda criança, para Portugal com seus pais e irmãos. Em 1752, publicou, com o pseudônimo de Dorotéia Engrássia Tavareda Dalmira, as Máximas de Virtude e Formosura - ou Aventuras de Diófanes, como passou a se chamar a partir da segunda edição - a primeira obra de ficção em língua portuguesa a se opor claramente ao Absolutismo, a reivindicar os direitos da mulher, a defender a autonomia das terras dos "ex-bárbaros" (numa velada alusão à colônia portuguesa na América). É, além disso, o mais antigo texto ficcional escrito por autor brasileiro de que se tem notícia.

V
 

Virginia Woolf

O LEITOR COMUM
Literatura inglesa - história e crítica
Seleção e tradução: Luciana Viégas
136 páginas - R$ 49,00
ISBN 978-85-85277-54-3


saiba mais

PERFIL

Uma das maiores ficcionistas inglesas do século XX, Virginia Woolf (1882-1941), publicou, entre outros livros de ficção, Orlando, Mrs. Dalloway, To The Light House, The Voyage Out, The Waves. Com o marido, Leonard Woolf, fundou a célebre Hogarth Press, editora que publicou T. S. Eliot, E. M. Forster e Katherine Mansfield e trouxe para uma Inglaterra ainda vitoriana as obras de Freud. O Leitor Comum, obra dedicada ao ensaismo literário foi lançada em dois pequenos volumes - o primeiro em 1925 e o segundo em 1932 - e tem caraterísticas de livro único e singular pois reúne o melhor do que Virginia Woolf escreveu sobre a arte de que foi uma das mais geniais praticantes.

Graphia Editorial
Tel: (21) 2224-4554
Site versão 2.0 - 2007 © Graphia Projetos de Comunicação Ltda.